O que são Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS)?

Descubra o que são as PICS (Praticas Integrativas e Complementares em Saúde) e quais destas práticas são oferecidas pelo SUS.
Sumário

A medicina convencional tem seu valor bem estabelecido e isso é inquestionável. Mas é cada vez maior o número de pessoas buscando por opções naturais e complementares aos tratamentos médicos.

Neste post vamos abordar as Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS), oferecendo uma nova perspectiva sobre cuidado e harmonia entre corpo e mente.

O que são as PICS?

As Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) representam uma abordagem integral à saúde, focando tanto na prevenção quanto no tratamento de doenças. Elas buscam harmonizar corpo, mente e emoções, expandindo o conceito tradicional de saúde.

Estas práticas abrangem uma variedade de terapias baseadas em conhecimentos tradicionais e em abordagens contemporâneas de cuidado, destacando-se por sua capacidade de integrar o indivíduo em seu processo de cura. Elas oferecem complementos aos métodos convencionais, promovendo o bem-estar geral.

Uma característica distintiva das PICS é o reconhecimento da pessoa como um todo. Ao invés de focar apenas nos sintomas ou na doença, estas práticas buscam entender o contexto de vida do indivíduo, seus hábitos, crenças e relações, visando uma abordagem mais completa e integrada à saúde.

A eficácia das PICS é cada vez mais reconhecida, tanto por profissionais da saúde quanto pela população em geral. Estudos apontam para benefícios significativos, incluindo redução de estresse, melhora na qualidade de vida e auxílio no manejo de doenças crônicas.

As PICS abrem portas para novas possibilidades de cuidado, incentivando uma parceria entre paciente e profissional de saúde na busca pelo equilíbrio e bem-estar. Elas nos convidam a repensar o modelo tradicional de saúde, integrando saberes milenares e inovações para um cuidado mais humano e eficaz.

Este olhar para as PICS não apenas esclarece sua natureza e aplicabilidade, mas também prepara o terreno para uma exploração mais detalhada de como elas se inserem no Sistema Único de Saúde (SUS) e se relacionam com a prática da naturologia.

As PICS no Sistema Único de Saúde (SUS)

A incorporação das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) no Sistema Único de Saúde (SUS) marca um avanço significativo na saúde pública brasileira. Essa iniciativa reflete um reconhecimento oficial dos benefícios dessas práticas para a promoção da saúde e prevenção de doenças.

Desde sua implementação, as PICS têm sido utilizadas como um recurso adicional aos tratamentos convencionais, oferecendo aos cidadãos opções de cuidados de saúde mais diversificados e acessíveis. O SUS, conhecido por sua abrangência e universalidade, agora também se destaca pela inclusão de abordagens integrativas no cuidado à saúde.

Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) no site do Ministério da Saúde

A adoção das PICS pelo SUS não apenas amplia as opções terapêuticas disponíveis, mas também promove a autonomia do paciente e a valorização de práticas que consideram o ser humano em sua totalidade.

O impacto das PICS no SUS pode ser observado na melhoria da qualidade de vida dos pacientes, na redução de custos de tratamento e na promoção de uma saúde preventiva. 

Essas práticas incentivam a conscientização sobre a saúde, a responsabilidade pessoal e o autocuidado, alinhando-se aos princípios fundamentais do SUS de universalidade, integralidade e equidade.

A integração das PICS no SUS é um passo importante na direção de um sistema de saúde mais inclusivo e respeitoso às diversas culturas e saberes. Ela reforça o compromisso com a promoção da saúde de forma integral e sustentável, abrindo novos caminhos para o cuidado e bem-estar da população brasileira.

As 29 práticas oferecidas pelo SUS

O Sistema Único de Saúde (SUS) reconhece a importância das Práticas Integrativas e Complementares (PICS) e oferece uma variedade de abordagens que visam melhorar a saúde e o bem-estar dos brasileiros.

Estas práticas abrangem técnicas que vão desde terapias milenares até abordagens contemporâneas, todas com o objetivo comum de promover saúde de forma integral.

Apiterapia

A apiterapia utiliza produtos derivados de abelhas, como mel, própolis, geleia real e veneno, para tratar diversas condições de saúde. Essa prática explora as propriedades anti-inflamatórias, antimicrobianas e cicatrizantes desses produtos, oferecendo uma alternativa natural para o alívio de dores, inflamações e infecções.

Aromaterapia

A aromaterapia emprega óleos essenciais extraídos de plantas medicinais para promover bem-estar físico e emocional. Esses óleos, quando inalados ou aplicados na pele, podem ajudar a aliviar o estresse, melhorar o humor, reduzir a ansiedade e até mesmo aliviar dores e sintomas de diversas condições.

Arteterapia

A arteterapia é uma forma de terapia que utiliza o processo criativo de fazer arte como uma forma de expressão e autoconhecimento. Essa prática pode ajudar indivíduos a explorar emoções, desenvolver habilidades sociais, reduzir ansiedade e aumentar a autoestima.

Ayurveda

O ayurveda é um sistema de medicina tradicional da Índia que busca equilibrar corpo, mente e espírito. Essa prática inclui dieta, fitoterapia, massagens e meditação, visando a prevenção de doenças e a promoção de uma vida longa e saudável.

Biodança

A biodança é uma abordagem terapêutica que utiliza a dança e o movimento em um contexto de grupo para promover a integração emocional, a expressão pessoal e o desenvolvimento das relações interpessoais.

Bioenergética

A bioenergética é uma forma de terapia que combina trabalho corporal e discussões psicológicas para ajudar as pessoas a resolver problemas emocionais por meio da consciência corporal. Esta prática foca na liberação de tensões crônicas e no aumento da capacidade de sentir e expressar emoções.

Constelação familiar

A constelação familiar é uma terapia que explora as dinâmicas e padrões de relacionamento dentro de famílias e grupos. Esta prática busca revelar a origem de certos comportamentos e emoções disfuncionais, facilitando a resolução de conflitos e promovendo a harmonia nos relacionamentos.

Cromoterapia

A cromoterapia utiliza cores para equilibrar energia no corpo, promovendo saúde física e emocional. Cada cor tem propriedades específicas, afetando o humor e as funções corporais, usadas para harmonizar desequilíbrios.

Dança circular

As danças circulares são práticas comunitárias que unem as pessoas através de movimentos em círculo, ao som de músicas de diversas culturas. Elas promovem bem-estar, conexão e alegria.

Geoterapia

A geoterapia, ou terapia com argila, utiliza elementos da terra para tratar e prevenir doenças. A argila, aplicada sobre a pele, ajuda a desintoxicar, reduzir inflamações e promover a cicatrização.

Hipnoterapia

A hipnoterapia utiliza a hipnose para acessar o subconsciente, tratando questões psicológicas ou físicas. É eficaz em tratar ansiedade, fobias, dor crônica, e hábitos indesejados.

Homeopatia

A homeopatia trata pacientes com substâncias naturais diluídas, seguindo o princípio de curar “o semelhante pelo semelhante”. É personalizada para cada indivíduo, considerando o quadro físico e emocional.

Imposição de mãos

A imposição de mãos é uma prática energética, transmitindo calor e energia para promover cura e bem-estar. É usada para aliviar dores, reduzir estresse e equilibrar a energia corporal.

Medicina antroposófica/antroposofia aplicada à saúde

A medicina antroposófica integra conhecimentos médicos convencionais com uma abordagem espiritual, tratando o ser humano de forma integral. Utiliza terapias artísticas, fitoterapia e exercícios específicos para promover saúde.

Medicina Tradicional Chinesa – acupuntura

A Medicina Tradicional Chinesa inclui a acupuntura, que utiliza agulhas em pontos específicos para equilibrar a energia do corpo, tratando diversas condições de saúde.

Meditação

A meditação é uma prática de foco e mindfulness, reduzindo estresse e promovendo relaxamento. Tem benefícios comprovados na saúde mental, melhorando a atenção, a clareza de pensamento e o bem-estar emocional.

Musicoterapia

A musicoterapia utiliza música para tratar condições físicas, emocionais, cognitivas e sociais. Promove expressão, comunicação, aprendizado e melhora de sintomas em diversas condições de saúde.

Naturopatia

A naturopatia enfatiza a prevenção e o tratamento de doenças através de práticas naturais. Ela integra técnicas de alimentação, fitoterapia, e mudanças de estilo de vida para promover a saúde integral.

Osteopatia

A osteopatia foca no diagnóstico e tratamento de problemas no sistema musculoesquelético. Utiliza manipulações manuais para aliviar a dor, restaurar funções e promover a saúde geral.

Ozonioterapia

A ozonioterapia usa misturas de oxigênio e ozônio para tratamentos médicos. É aplicada para estimular o sistema imunológico, tratar doenças e feridas, e melhorar a circulação sanguínea.

Plantas medicinais – fitoterapia

A fitoterapia utiliza plantas medicinais para prevenir e tratar doenças. Reconhece o poder de cura da natureza, empregando extratos e chás de plantas com propriedades terapêuticas.

Quiropraxia

A quiropraxia trata desordens do sistema musculoesquelético, principalmente da coluna vertebral. Através de ajustes manuais, visa aliviar a dor e melhorar a funcionalidade do corpo.

Reflexoterapia

A reflexoterapia aplica pressão em pontos específicos nos pés e mãos, correspondentes a órgãos do corpo. Promove relaxamento, alivia tensões e melhora o bem-estar geral.

Reiki

O reiki é uma prática energética de imposição de mãos, que busca equilibrar os centros energéticos do corpo. Promove relaxamento, reduz o estresse e auxilia na cura física e emocional.

Shantala

A shantala é uma técnica de massagem para bebês, originária da Índia. Promove o vínculo entre pais e filhos, relaxa e pode ajudar a aliviar cólicas e melhorar o sono dos bebês.

Terapia Comunitária Integrativa

A Terapia Comunitária Integrativa promove encontros de grupos para compartilhamento de experiências e emoções, fortalecendo laços comunitários e promovendo o bem-estar psicossocial.

Terapia de florais

A terapia de florais usa essências florais para equilibrar emoções. É utilizada no tratamento de questões emocionais e psicológicas, como ansiedade e depressão.

Termalismo social/crenoterapia

O termalismo social ou crenoterapia utiliza águas minerais para tratamentos de saúde. Suas propriedades terapêuticas auxiliam na recuperação e no bem-estar físico.

Yoga

O Yoga é uma prática milenar que combina posturas físicas, técnicas de respiração e meditação. Promove a saúde física, mental e espiritual, aumentando a flexibilidade, força e equilíbrio.

A relação entre PICS e Naturologia

A naturologia e as Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) compartilham um fundamento comum: a visão integral do ser humano.

Ambas abordagens valorizam o equilíbrio entre corpo, mente e emoções, enfatizando a prevenção de doenças e a promoção da saúde através de métodos naturais e não invasivos.

É importante destacar que essas são práticas integrativas e complementares em saúde, e não excluem o tratamento médico convencional. Todavia, essas práticas podem tanto potencializar o tratamento que já foi passado, ou mesmo, ajudar na redução de possíveis outros sintomas e/ou efeitos colaterais.

Na naturologia, utiliza-se uma ampla gama de técnicas naturais, como fitoterapia, aromaterapia e meditação, muitas das quais são reconhecidas como PICS pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A relação entre PICS e naturologia evidencia uma mudança de paradigma na saúde, onde a prevenção e o tratamento personalizado ganham espaço. Ao reconhecer a interconexão entre diferentes aspectos da vida do indivíduo, essas práticas oferecem uma resposta às limitações da medicina convencional, buscando atender às necessidades de saúde de forma mais completa e integrada.

Gostou do post? Envie para um amigo
Graduado em Naturologia pela Unisul e com cursos de especialização em áreas relacionadas, como massoterapia, aromaterapia, terapia floral, reiki e procedimentos pré/pós-operatório de diversos tipos de cirurgias.